Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Eu mando, porque posso

 Comecei a reger-me pela máxima:


Ser chefe não é pedir, é mandar!

 

E isto até está a funcionar. Ora vejamos.

Já não digo que o é preciso falar com A, B ou C. Digo para falarem com A, B ou C.

Já não aceno com a cabeça a tudo o que me dizem. Digo que sim ou que não consoante o que acho lógico ou não.

Os clientes não opinam. Se chamam a empresa para pedir informações e saber o que é melhor, só têm mais é de perceber que o que sugiro é o melhor para eles, já que para mim é igual ao litro se têm água quente, fria ou morninha.

 

Isto com o ano do Poker, vieram menos chatices... pelo menos por enquanto.

 

 

publicado por Fausto às 12:51
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De naogostopessoas a 7 de Janeiro de 2010 às 08:56
Aprendi que existem estratégias também importantes na gestão:

-para elogios aos empregados fazes em público, para recriminares, em privado.

Para venderes o teu produto, nunca fales em "pagar", e não existem problemas, existem situações! (as coisas que se aprendem num call center!)
De Fausto a 7 de Janeiro de 2010 às 15:09
Perante os clientes é o que tenho feito. Sempre que há algum "problema", atraso ou outra coisa qualquer que impossibilita o cumprimento imediato do que estava combinado é sempre uma situação :)
Pagar? Não sei o que é isso eheh

Comentar post

¿quem?

¿pesquisar

 

¿Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

¿fresquinhos

¿ Sigam as placas com o hom...

¿ Ronca prái, Sapo, que eu ...

¿ Queriam matá-lo mas ele n...

¿ Alguém que invente

¿ Explode

¿ Take I

¿ Dá-me luz

¿ O anormal de Telheiras

¿ O meu reino por uma máqui...

¿ Dez segundos à Benfica

¿arquivo

¿ Abril 2010

¿ Março 2010

¿ Fevereiro 2010

¿ Janeiro 2010

¿ Dezembro 2009

¿ Novembro 2009

¿ Outubro 2009

¿ Setembro 2009

¿links

¿subscrever feeds