Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

Monday bloody monday

Hoje é um dia terrivel.

Mais uma segunda-feira e desta feita cheio de dores de costas e com uma camada de sono daquelas que dá a impressão que o fim de semana ainda não acabou.

Às vezes gostava de levar uma paulada na cabeça por cada noite mal dormida sem motivo.

Isto de andar a acordar de meia em meia hora sem sono tem muito que se lhe diga mas eu até dispensava fazer qualquer divagação sobre o assunto.

6:30 da manhã e parecia que ia ser um dia fácil e sem sono. O despertador toca e a vontade de o atirar pela janela era tanta mas tanta que só não aconteceu porque a dita tinha o estore fechado e partir vidros está fora de questão.

ARGH!!!

Matem as segundas, se faz favor! 

publicado por Fausto às 12:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

Arroto a chatice

 Não acreditando nem um bocadinho na existência de um deus, há coisas pelas quais eu dou graças.

E neste momento, dado os dias que têm passado e a minha predisposição, dou graças por não haver ninguém com um acordar igual ao meu por perto.

A teimosia, a ironia e, principalmente, o sarcasmo e arte de mal-dizer, estão no seu expoente máximo na meia hora que se segue ao meu acordar.

Ando saturado do emprego que tenho.

Não tanto do emprego, mas das pessoas e, acima de tudo, do meu chefe. Poderia inclui-lo no grupo das pessoas mas ele estava distraido quando a evolução passou pela terra.

Considero-me um bom profissional e gosto de fazer coisas para as quais fui talhado, não é andar a fazer de moço dos recados ou de secretária. Para isso, não tinha andado a marrar durante uns anos valentes.

Podem dizer para eu reclamar que eu respondo... Já o faço! Mas isso satura.

Arre.

publicado por Fausto às 15:20
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Pássaro? Avião? Super-homem?

Durante os meus passeios diários pelo mundo virutal costumo tropeçar em muita coisa que, na maior parte, é ridicula e não tem proposito nenhum, tal como macacos do nariz à venda no ebay (eu sei que este exemplo é tão bom como dizer que a Manuela Ferreira Leite dava uma boa Primeira-Ministra) mas, desta vez, encontrei algo que poderá ter alguma utilidade.

O aparelho que se apresenta na figura no topo deste post é nada mais nada menos que um relógio voador.

Não, não vai andar a passear pelo quarto enquanto dormimos, nem corremos o risco de nos cair em cima em alturas menos próprias. Não devia ser preciso referir que o dito aparelho não nos vai presentear com cocós todas as manhãs, mas nunca se sabe.

O funcionamento da coisa é extremamente básico.

A ventoinha no topo do relógio solta-se e eleva-se no ar quando o alarme toca e só há um maneira de o voltar a calar. Levantando o traseiro da cama e indo apanhar a ventoinha onde ela cair. Há sempre o risco de se levar com ela pela cara, mas aí ninguém se pode queixar que não ficou bem acordado.

 

PS: Há duas maneiras de desligar o relógio mas a segunda é capaz de o desligar permanentemente. Não aconselho.

publicado por Fausto às 21:02
link do post | comentar | favorito

¿quem?

¿pesquisar

 

¿Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

¿fresquinhos

¿ Monday bloody monday

¿ Arroto a chatice

¿ Pássaro? Avião? Super-hom...

¿arquivo

¿ Abril 2010

¿ Março 2010

¿ Fevereiro 2010

¿ Janeiro 2010

¿ Dezembro 2009

¿ Novembro 2009

¿ Outubro 2009

¿ Setembro 2009

¿links

¿subscrever feeds