Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010

Tem horas?

Um dia vou começar a andar com um letreiro a dizer:

"Ironia. Não perturbem!"

 

Não é que mais uma vez houve quem resolvesse fazer perguntas disparatadas a horas disparatadas?

Bela noite, a de Sábado, com mais uma vitória do Benfica e muito disparate à mistura.

Entre conversas, moches, gritos e risadas bem altas pelas ruas da Cidade Florida, há sempre aquela altura em que se ouve um estore a abrir e, para os mais atentos, é hora de passar para o outro lado da estrada não vá começar a chover a potes.

Afinal não era água mas uma quantidade ridicula de palavrões e afirmações um tanto quanto escusadas e tão lógicas como o facto de haver ozono na camada de ozono.

O habitual:
- Vocês não acham que não são horas para se andar a fazer barulho?

O menos habitual:

- Sabem que horas são?

E aqui, os meus sensores de ironia dispararam com toda a força ao que, como bem educado que sou, retorqui, enquanto olhava para o telemovel:

- São 10 para as 3.

Com isto o senhor ficou ainda mais zangado, não que eu não compreenda, mas eu só lhe dei o que merecia, e travou-se uma conversa animada, ficando eu no meio da rua a falar para o alto do 3º andar enquanto o senhor berrava a plenos pulmões!

Despedi-me com um:

- Deixe lá isso. Você é que não vai dormir descansado. (se se continuasse a preocupar com a nossa passagem, é claro. Nunca, em vida nenhuma iriamos fazer seja o que for aquele personagem)

 

Fica uma dúvida no ar.

Nós vinhamos a fazer barulho.

Vinhamos sim.

O senhor pôs-se a gritar.

Pôs sim.

Quem é que foi incoerente?

 

Adoro a minha cidade!

publicado por Fausto às 15:20
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

Ambrósio, apetecia-me tomar algo

Bem, a reunião referia no post matinal serviu para perceber que as pessoas às vezes querem coisas só porque podem. Sendo eu o criador e principal defensor desse lema, só me resta tentar compreender que há gente como eu. Às vezes não é fácil...

Não há nada melhor que aproveitar a reunião de apresentação do projecto para dizer que não é nada daquilo que se pretende mas que foi pedido. Melhor ainda é dizer que só foi pedido o projecto daquela forma (a inicial) para poder ter valores para apresentar a não sei quem que nem está muito interessado nesta confusão toda.

Agora, o projecto real não é nem metade do que foi pedido no inicio já para não falar nas dificuldades muito superiores para se proceder à instalação...

 

'bora lá furar caldeiras para poder por bocadinhos de tubo. Pode ser que se faça uma flauta de pan. 

publicado por Fausto às 16:57
link do post | comentar | favorito

¿quem?

¿pesquisar

 

¿Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

¿fresquinhos

¿ Tem horas?

¿ Ambrósio, apetecia-me tom...

¿arquivo

¿ Abril 2010

¿ Março 2010

¿ Fevereiro 2010

¿ Janeiro 2010

¿ Dezembro 2009

¿ Novembro 2009

¿ Outubro 2009

¿ Setembro 2009

¿links

¿subscrever feeds