Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Cinza

 

Vamos chegando às 10.30 e até agora posso dizer que tenho estado como o tempo. Fora a cor porque se estivesse cinzento era muito mau sinal.

Parece que o sol ficou perdido algures com a minha boa disposição.

Depois de um fim-de-semana com produtividade muito próxima de zero eis que chega a malfadada 2ª feira. Não quero, nem vou, estar aqui a bater na 2ª feira como me é costume mas, mais uma vez, esta veio em má altura.

Dava-me tanto jeitinho mais um dia para descansar o corpinho e fazer qualquer coisa que se visse...

Vou só ali procurar a vontade, imaginação e inspiração e já volto.

publicado por Fausto às 10:28
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Viajar no espaço-tempo

 O meu carro é uma máquina que me leva onde me sinto confortável. Sempre o fez e sempre o fará, e quando não o puder fazer, traz o confortável até mim. Ou pelo menos tenta.

O frio faz disparar alertas laranjas por esse país fora. As máximas mais parecem minimas e só falta mesmo nevar e a água do mar gelar para o Polo Norte ser um sitio muito bom para se passarem férias, quando comparado com isto.

O meu carro pensou, durante a noite, na melhor maneira de eu não vir rabugento para o trabalho de manhã e resolveu presentear-me com a ilusão de que na rua estão 25ºC.

É bastante estranho passarmos por pessoas com roupa até aos dentes e o mostrador do termometro marcar os 25ºC. Ainda pensei em ir buscar a roupa de Verão, meter o dia e ir até à piscina. Mas quando o vidro começou a ficar com gelo pensei que talvez fosse altura de o levar ao electricista que o coitadinho estava a ficar constipado.

Venham de lá os "0 graus negativos" (fooooon, barulho de buzina) que a malta anda farta de água que molha.

 

publicado por Fausto às 10:55
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Mentiroso é que não

 

Se há coisa que não admito é que me chamem de mentiroso. Posso ser muita coisa mas um aldrabão foi coisa que nunca aprendi a ser.

Hoje percebi (se é que ainda não tinha percebido) que não fui talhado para o contacto directo com os clientes. 

Não consigo ouvir certas e determinadas coisas e ficar calado. Não consigo e não consegui, e só não desliguei o telefone na cara do cliente porque os meus pais me transmitiram uma coisa chamada de Educação, ao que eu agradeço.

Ouvir alguém a chamar-me mentiroso por dá cá aquela palha é do pior que me podem fazer, ainda para mais quando foi por causa de uma coisa tão certa como o tempo.

Isso. O tempo.

Explicar a um cliente que não se ia fazer a instalação hoje porque estava a chover e também tinha chovido a semana passada parece coisa fácil... quando as pessoas querem compreender.

Este não quis, ao que me atirou, por diversas vezes à cara, que na semana passada não tinha chovido. Até podia ter dado o beneficio da dúvida porque a vila do senhor podia ser longe e até nem ter sido atingida pelos aguaceiros mais famosos da televisão portuguesa mas não é esse o caso. A vila é já aqui ao lado. Nem sei se fica a 5km e, se aqui choveu, lá não fez sol de certeza.

Claro que não me chateei só por causa da chuva mas foi aquela gota de água que entrou pela gola do casaco e veio pelas costas abaixo.

publicado por Fausto às 10:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

¿quem?

¿pesquisar

 

¿Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

¿fresquinhos

¿ Cinza

¿ Viajar no espaço-tempo

¿ Mentiroso é que não

¿arquivo

¿ Abril 2010

¿ Março 2010

¿ Fevereiro 2010

¿ Janeiro 2010

¿ Dezembro 2009

¿ Novembro 2009

¿ Outubro 2009

¿ Setembro 2009

¿links

¿subscrever feeds