Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010

Haiti - the end

E este é o último post sobre o Haiti. 

publicado por Fausto às 14:01
link | comentar | favorito

Gripe HA(iti)

Com esta história do terramoto do Haiti quem saiu a ganhar foram os nosso amigos porcos. Ou melhor, a doença que neles ganhou nome.

A pequenota da gripe A desapareceu de cena mais depressa do que apareceu.

Segundo consta foi vista a apanhar sol numa ilha bastante conhecida dos portugueses (podia fazer a piada fácil mas vou por outro caminho - é só apanhar o barco), as Berlengas.

Até quando é que ela lá vai estar, não se sabe bem, mas espero bem que se lembrem que anda por aí uma doença, um tanto quanto chata, até ao fim do Inverno.

É que no Verão, não tem a mesma piada estar constipado...

publicado por Fausto às 12:55
link | comentar | favorito

Herói mas pouco

Ao que parece há um novo recorde de sobrevivência no que toca a terramotos e escombros.

Um jovem de 21 anos (segundo reza a lenda) sobreviveu debaixo de um amontoado de ferro, tijolo e cimento, durante 11 dias. 11 dias inteirinhos sem ver a luz do dia.

O rapazote diz que não sabia às quantas andava e que quando foi retirado do meio da poeira pensava que só tinham passado 6 dias. Talvez por isso é que ele tenha aguentado tanto tempo. O organismo não sabia que não se aguenta tanto tempo.

Por isso ou por ter sobrevivido com uma alimentação à base de bolachas, biscoitos, coca-cola e cerveja.

Desta forma não considero isso nenhum acto do qual ele se possa gabar já que conheço muito boa gente que sobreviveu, e ainda sobrevive, em Lisboa durante vários anos a comer essas coisas enquanto andou na Universidade. Aliás, estudante que é estudante, come mal e bebe melhor ainda.

 

Quanto ao gajo do Haiti... depois de saber que não há comida para todos vai pedir com muita força para que o deixem voltar para a mercearia onde esteve soterrado.

Ai vai vai! 

publicado por Fausto às 10:21
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Haiti

 

Ontem houve um sismo lá para os lados da América Central. Hoje e durante os próximos dias vai ser capa de jornal e andar na boca do mundo.

É motivo para ter pena das pessoas que passaram por ele e pelos muitos que vão sofrer daqui para a frente mas, acima de tudo, é altura para pensar no porquê desta catástrofe.

Será que tudo o que temos feito ao nosso planeta não está por detrás desta brincadeira?

E o facto de tentarmos colonizar todos os bocadinhos de terra possiveis e imaginários?

Antes demais... Se as pessoas não se tivessem ido meter naquela ilhota, que tem um historial de catástrofes que já data da era dos dinossauros, talvez não tivessem ido desta para melhor.

 

O nosso calhau é enorme e é magoado todos os dias mas dele ninguém tem pena.

Vamos lá pessoal. É uma enorme catástrofe e temos todos pena das pessoas que por lá andam, mas não vamos deixar passar mais um aviso em branco.

Afinal... as pedras também sentem!

publicado por Fausto às 20:01
link | comentar | favorito

¿quem?

¿pesquisar

 

¿Abril 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

¿fresquinhos

¿ Haiti - the end

¿ Gripe HA(iti)

¿ Herói mas pouco

¿ Haiti

¿arquivo

¿ Abril 2010

¿ Março 2010

¿ Fevereiro 2010

¿ Janeiro 2010

¿ Dezembro 2009

¿ Novembro 2009

¿ Outubro 2009

¿ Setembro 2009

¿links

¿subscrever feeds